É hoje: Debate Midiamax coloca frente a frente 8 candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul

É hoje: Debate Midiamax coloca frente a frente 8 candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul

Confira como acompanhar o Debate Midiamax ao vivo pelo computador, celular, TV, tablet ou rádio
| 19/09/2022
- 07:08
debate midiamax
Debate Midiamax acontece a partir das 20 horas desta segunda (Foto: Thalya Godoy, Midiamax)

A partir das 20 horas desta segunda-feira (19), os eleitores de Mato Grosso do Sul poderão acompanhar as propostas e ideias dos oito candidatos ao Governo do Estado que estarão frente a frente no .

A transmissão do confronto acontecerá ao vivo pela internet, TV aberta, nas emissoras TVE e Imaculada Conceição, e rádios para as 79 cidades de Mato Grosso do Sul. Confira abaixo como assistir ao debate.

O mediador do Debate Midiamax será o jornalista André Luiz Azevedo. Jornalista premiado, atuou por quase 40 anos na Rede Globo, onde cobriu a morte de Tim Lopes, a rebelião no Presídio Bangu 1 e foi correspondente internacional.

 

Os últimos ajustes técnicos para o embate de propostas, que será realizado no auditório do Crea-MS, em Campo Grande, foram feitos neste fim de semana. Equipe técnica com experiência em eventos internacionais, como a Copa do Mundo, será responsável pela transmissão do conteúdo que chegará ao eleitor pela TV, celular, computador, tablet ou rádio.

Os oito candidatos ao Governo já confirmaram presença e garantem que usarão o espaço para debater temas importantes para a população e apresentar suas propostas para comandar o Estado pelos próximos quatro anos.

O que os candidatos ao Governo esperam do Debate Midiamax

O candidato do PSOL, Adônis Marcos, disse que quer questionar os adversários com experiência no Poder Executivo e denúncias de corrupção. “Quem precisa responder mais é quem já administrou, nesse caso André [Puccinelli] e Marquinhos [Trad]. Espero um debate de propostas”, afirmou.

 

André Puccinelli, candidato do MDB, se comprometeu a manter o foco na discussão de ideias. “Que seja um debate de alto nível, de nossa parte será. Usaremos o espaço para apresentar propostas e esperamos que todos os participantes façam o mesmo”, adiantou.

Para Capitão Contar, candidato do PRTB, o Debate Midiamax deve ajudar o eleitor a ver as diferenças entre todos os candidatos. “Sempre acredito que o debate é importante para colocar frente a frente a enorme diferença entre um e outro. O debate vai ajudar o eleitor a escolher se quer a mesmice dos escândalos de corrupção e a continuidade dos aumentos de impostos, ou se vai aproveitar a oportunidade de renovar o governo do estado e mudar a história do nosso Estado”, avaliou.

Eduardo Riedel, candidato do PSDB, avisou que tratará de seu programa de governo. “Quero falar do plano de governo e das propostas de um novo futuro para Mato Grosso do Sul, de como pretendo transformar nosso Estado em um dos melhores do País”, declarou.

 

A candidata do PT, Giselle Marques, acredita que o confronto deve passar também pela disputa presidencial. “Nossa expectativa é que o debate seja um momento de discussão de propostas, a fim de que os eleitores possam vislumbrar a diferença entre os dois projetos que estão em disputa: de um lado, a defesa do direito à alimentar e à vida, representado por Lula e Giselle. E, de outro lado, o projeto que nega a ciência e, ao fazê-lo, dá espaço à morte, além de colocar novamente o Brasil no mapa da fome. Junto com Lula, defende os livros. Enquanto Bolsonaro e seus apoiadores defendem as armas”, disse.

Magno de Souza, candidato do PCO, vai continuar defendendo os direitos dos povos indígenas. “Estou animado para participar do debate, cheio de esperança. Quero mostrar o que eu esperava desde criança que é me candidatar e lutar pelos direitos dos povos indígenas. É a minha primeira candidatura e complica um pouco por não ter muitos recursos, mas estamos animados”, destacou.

Já Marquinhos Trad, candidato do PSD, adiantou que pretende abordar um tema que vem ocupando cada vez mais o debate nacional e local. “O debate é uma ótima oportunidade para apresentar nosso programa de governo para Mato Grosso do Sul. Temos projeto para transformar nosso Estado e mudar a vida da nossa gente, com uma atenção especial a 1,2 milhão de pessoas que vivem na pobreza, como divulgado pelo Midiamax”, declarou.

Rose Modesto, candidata do União Brasil, disse que vai focar na educação. “Não tenho dúvidas que será propositivo para todos. Ainda mais, claro, para nós políticos assumirmos nosso papel essencial. Sempre existe essa possibilidade (de confronto). E estou preparada”, afirmou.

Como assistir ao Debate Midiamax

Debate Midiamax será transmitido em tempo real para os 79 municípios do Estado pela TV UOLhome do Jornal MidiamaxFacebookYouTube, TVE, TV Imaculada Conceição, Rádio Difusora Pantanal e Rádio Independente 90,9 FM, além de um pool de rádios do interior de Mato Grosso do Sul.

Além de poder acompanhar o debate ao vivo no site do Jornal Midiamax, haverá também transmissão em tempo real no canal do YouTube e na página no Facebook, contando com transmissão nacional pela página do UOL e também cobertura pelo Twitter.

A TVE (Canal 4.1 em Campo Grande, 13.1 em Dourados e Região e Canal 15 da NET) vai retransmitir o sinal. Ou seja, a partir das 20h do dia 19 de setembro será possível assistir ao debate na íntegra nesses canais.

Além disso, o debate será transmitido na TV Imaculada Conceição (Canal 15.1 UHF e 521 da NET em Campo Grande), na Rádio Difusora Pantanal (101.9 FM) e também poderá ser acompanhado em tempo real por eleitores dos 79 municípios sul-mato-grossenses, em diversas outras emissoras do Estado que vão transmitir o evento.

As regras e temas do debate foram definidos durante reunião com representantes dos candidatos. O debate acontecerá em cinco blocos, seguindo um modelo aprovado pelos candidatos.

Veja também

Cronograma de Alan Guedes (PP) é pautado em recursos do Fonplata

Últimas notícias