Bolsonaro no Jornal Nacional: o que o presidente escreveu na mão
PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro no Jornal Nacional: o que o presidente escreveu como cola na mão

Do UOL, em São Paulo

22/08/2022 21h04

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou hoje do Jornal Nacional, da TV Globo, usando uma cola na palma da mão esquerda: "Nicarágua", "Argentina", "Colômbia" e "Dario Messer", também conhecido como "o doleiro dos doleiros", eram as palavras escritas.

Bolsonaro foi entrevistado durante 40 minutos pelos apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos, mas não falou sobre nenhum dos assuntos que estavam na cola.

O doleiro Dario Messer chegou a confessar à Lava Jato do Rio, em delação, em junho de 2020, que cometeu crimes como lavagem de dinheiro, evasão e associação criminosa. Meses depois, no entanto, a Justiça Federal do Rio de Janeiro absolveu Messer.

Essa é a terceira vez que Bolsonaro usa desse mesmo artifício: na eleição de 2018, quando foi entrevistado no JN, o então candidato escreveu os termos "Deus", "família" e "Brasil". Já no debate da Rede TV!, no mesmo ano, ele anotou as palavras "pesquisa", "armas" e "Lula" na palma da mão.

Durante a sabatina de Bolsonaro no JN, nesta segunda (22), pelo menos oito estados registraram "panelaços": Pernambuco, Alagoas, Bahia, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. (Assista ao vídeo abaixo)

Desde cedo, os internautas estavam se mobilizando no Twitter para programar a manifestação contrária ao chefe do Executivo. Diante da expectativa para a entrevista, a hashtag #BolsonaroNoJN ocupou a primeira posição nos assuntos mais comentados do Twitter nesta tarde. Já os termos Jornal Nacional e Bonner ficaram, respectivamente, em terceiro e quarto nos trends.