Conab indica avanços na colheita do algodão – ABRAPA Conab indica avanços na colheita do algodão

Conab indica avanços na colheita do algodão

Progresso da colheita vem ligeiramente mais adiantado do que a safra anterior

29 de Maio de 2024

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou um panorama positivo da safra de em grande parte do Brasil. As plantações apresentam bom desenvolvimento, com sanidade regular e formação satisfatória de maçãs. A colheita já foi iniciada em alguns estados, com os avanços ligeiramente mais adiantados do que o mesmo período da safra anterior.


Em Mato Grosso, as plantações estão apresentando um bom desenvolvimento, com sanidade considerada regular e uma formação satisfatória de maçãs.


Na Bahia, a colheita do algodão já foi iniciada, o que indica que a safra está progredindo conforme o esperado.


Da mesma forma, no Mato Grosso do Sul, a colheita também começou, mas com uma observação importante: nas lavouras mais tardias, há uma incidência do bicudo-do-algodoeiro, praga que pode comprometer a qualidade e a quantidade da produção se não for controlada adequadamente.


No Maranhão, as lavouras estão em boas condições tanto durante a abertura de capulhos quanto na formação de maçãs. Em algumas áreas desse estado, o processo de desfolha já foi iniciado, o que é um indicativo do avanço das fases fenológicas da planta.


Em Goiás, o início da colheita foi registrado, com as lavouras de sequeiro na fase de formação de maçãs e abertura de capulhos, enquanto as lavouras irrigadas estão no início da floração.


Em Minas Gerais, a colheita começou nas lavouras de sequeiro, indicando um avanço significativo nas operações de colheita.


No estado de São Paulo, especificamente na região de Riolândia, a colheita também está em andamento, o que mostra a movimentação das atividades agrícolas na região.


No Piauí, as lavouras de algodão estão se desenvolvendo em boas condições, sem relatos de problemas significativos, o que é um bom indicativo para a expectativa de produção desse estado.


A maior parte das lavouras de algodão está na fase de maturação, representando 74,5% do total. Isso indica que a maior parte das plantações está próxima da colheita.


A segunda maior fase é a formação de maçãs, com 24,5%. Esta fase é crucial para definir o rendimento final da produção, uma vez que é quando as cápsulas de algodão estão se desenvolvendo.


Considerando todos os estados monitorados, a colheita atinge 0,7%. Ligeiramente adiantado se comparado com o mesmo período da safra anterior, que estava em 0,3%, houve um crescimento na atividade de colheita.



Andamento da Colheita


Maranhão, Piauí e Mato Grosso: Ainda não começaram as operações de colheita


Bahia: a colheita alcançou 2,9%, um aumento significativo de 2,9% em relação à semana passada (0,0%). Este avanço é maior em comparação ao mesmo período da safra anterior, que registrava 1,0%.


Mato Grosso do Sul: a colheita progrediu para 4,0%, um aumento de 2,0% em relação à semana passada (2,0%). Em comparação à safra anterior, que estava em 3,0% no mesmo período, houve um crescimento.


Goiás: a colheita atingiu 1,0%, um avanço em relação à semana passada (0,0%). Esse valor representa um progresso significativo em comparação ao mesmo período da safra anterior, que estava em 0,0%.


Minas Gerais: a colheita avançou para 4,0%, um incremento de 4,0% em relação à semana passada (0,0%). No mesmo período da safra anterior, a colheita também estava em 0,0%, indicando um progresso antecipado nesta safra.

Quer ficar por dentro de tudo
que acontece no Portal Abrapa?

assine nossa newsletter