A história de Maria Madalena na Bíblia - Respostas Bíblicas

A história de Maria Madalena na Bíblia

Maria Madalena, como era chamada, foi uma discípula e seguidora de Jesus. Ela foi curada pelo próprio Senhor Jesus. Na Bíblia, ela é mencionada como “Maria, chamada Madalena”, possivelmente pelas suas origens. A região onde nasceu chamava-se Magdala e ficava cerca de 10km da cidade de Cafarnaum.

Ao lermos Lucas 8:2, percebemos que Jesus expulsou sete demônios desta mulher. Alguns estudiosos dizem que a expressão "sete demônios" tanto pode ser considerada possessão demoníaca como uma grave doença no corpo. O fato é que, Jesus curou esta mulher!

O que a Bíblia não diz sobre Maria Madalena:

  • Não diz que Maria Madalena era a pecadora citada em Lucas 7:36-50;
  • Não diz que era a mesma Maria, irmã de Marta e Lázaro;
  • Não sugere nenhum tipo de relacionamento especial entre Jesus e Maria. Sempre fala de Maria junto com outras mulheres;
  • Depois da ascensão de Jesus, a Bíblia nunca mais menciona o nome de Maria Madalena.

Maria Madalena e a ressurreição de Jesus

Ela foi a primeira pessoa a testemunhar Jesus ressurreto. Foi a primeira não só a ver, mas a falar com Jesus, após Sua ressurreição. (João 20:1-18).

Mas ela também foi a primeira a anunciar que Jesus estava vivo, havia ressuscitado. Foi um “Kerigma”, isto é, uma palavra grega que significa “proclamação”. Maria Madalena foi, portanto, o “Kerix”, o mensageiro, o que traz a boa notícia.

Maria Madalena, junto com outras mulheres, seguia a Jesus por onde Ele ia para pregar. Ela estava presente quando ele foi crucificado, chorou sua morte e viu onde ele foi sepultado (Marcos 15:40-41). No domingo, Maria Madalena foi uma das mulheres que foi para o túmulo para ungir o corpo de Jesus.

Chegando ao túmulo, Maria Madalena viu que estava aberto e o corpo de Jesus não estava lá. Um anjo apareceu e contou a Maria Madalena e às outras mulheres que Jesus tinha ressuscitado (Mateus 28:5-7). Elas então foram contar aos apóstolos.

Pedro e João decidiram ir ver o túmulo vazio. Maria Madalena foi com eles e ficou para trás, chorando, quando foram embora. Então alguém lhe apareceu e perguntou por que ela estava chorando. Pensando que era o jardineiro, Maria Madalena explicou que alguém tinha roubado o corpo de Jesus. O homem chamou Maria pelo nome e ela olhou para ele e viu que era Jesus! - João 20:15-16

Maria Madalena, cheia de surpresa, se agarrou aos pés de Jesus. Ele deu a Maria Madalena a missão de contar aos discípulos que ele estava vivo (João 20:17-18). Maria cumpriu sua missão, mas de início os discípulos não acreditaram nos relatos dela e das outras mulheres. Depois, quando Jesus lhes apareceu, os discípulos viram que era verdade.

A Bíblia não fala mais nada sobre a vida de Maria Madalena.

Maria Madalena se casou com Jesus?

Maria Madalena não se casou com Jesus. Outros parentes de Jesus são mencionados e ela com certeza teria mais relevância na Bíblia se fosse esposa dele. Quando viu Jesus, Maria Madalena o chamou de Mestre (ou Professor), não de marido!

Havia muitas mulheres chamadas Maria e, para as diferenciar, se dizia com quem eram casadas, quem eram seus filhos ou de onde vinham. Se Maria fosse esposa de Jesus, essa seria a melhor forma de a diferenciar. Mas ela ficou conhecida como Madalena, porque vinha de um lugar chamado Magdala.

Maria Madalena era prostituta?

A Bíblia não diz que ela era prostituta. Apenas diz que Jesus expulsou sete demônios dela. Ao longo do tempo, algumas pessoas misturaram a história de Maria Madalena com a história da mulher pecadora que ungiu Jesus e com a mulher adúltera que Jesus perdoou. Mas não existe razão na Bíblia para acreditar que eram todas a mesma pessoa. Maria Madalena não era a única mulher que seguia Jesus.

A origem de Maria Madalena

Na época de Jesus, havia uma cidade chamada Magdala, perto do lago de Genesaré e também da cidade de Cafarnaum. A palavra Madalena é um apelido e quer dizer “aquela que veio de Magdala”. Era uma cidade importante para a época, com muitas indústrias, por exemplo, indústria de barco, peixe e, também vendia-se um tipo de lã muito bom.

Maria era um nome muito comum na época, portanto, o uso do apelido tornou-se indispensável para diferenciar as mulheres. Essa diferenciação podia ser o local de origem da pessoa. Assim há uma explicação coerente para o nome Maria Madalena.

Evidências na Bíblia sobre Maria Madalena:

  • Sete demônios saíram dela (Lucas 8:2);
  • Ela era uma das mulheres que ajudaram Jesus e seus discípulos enquanto estes pregavam o evangelho (Lucas 8:1-3);
  • Ela e muitas outras mulheres seguiram Jesus desde a Galiléia quando ele foi para Jerusalém no final do seu ministério (Mateus 27:55-56);
  • Quando Jesus foi levado para ser crucificado, ela e outras seguiram de longe (Marcos 15:40-41);
  • Quando Jesus foi sepultado, ela foi uma das mulheres que observou o lugar onde o corpo foi posto (Marcos 15:45-47);
  • Ela e outras mulheres foram ao túmulo no primeiro dia da semana para embalsamar o corpo de Jesus (Marcos 16:1-2; Mateus 28:1);
  • Quando ela encontrou o sepulcro aberto, correu para avisar Pedro e João (João 20:1-2);
  • Ela foi uma das primeiras a receber a notícia da ressurreição quando um anjo falou às mulheres perto do túmulo aberto (Mateus 28:5-6). Anunciou a boa notícia aos discípulos (Lucas 24:9-10);
  • Ela foi uma das primeiras pessoas a ver Jesus depois da ressurreição (Mateus 28:8-10; João 20:13-18).

Veja também: