Maria da Roménia (1870–1874) – Wikipédia, a enciclopédia livre Saltar para o conteúdo

Maria da Roménia (1870–1874)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Maria da Roménia
Princesa da Roménia
Maria da Roménia (1870–1874)
Nascimento 8 de setembro de 1870
  Bucareste, Roménia
Morte 9 de abril de 1874 (3 anos)
  Castelo de Peleş, Roménia
Pai Carlos I da Roménia
Mãe Isabel de Wied

Maria da Roménia (Bucareste, 8 de setembro de 1870 - Castelo de Peleş, 9 de abril de 1874) foi a única filha do rei Carlos I da Roménia e da sua esposa, a princesa Isabel de Wied. Era herdeira presuntiva do trono da Roménia.

Vida[editar | editar código-fonte]

A princesa Maria nasceu em Bucareste, sendo a primeira princesa da Roménia da Casa de Hohenzollern-Sigmaringen, no dia 8 de Setembro de 1870, e foi baptizada na Igreja Ortodoxa Romena, no Mosteiro de Cotroceni, perto do local onde se encontra hoje em dia o Palácio de Cotroceni. A sua família chamava-lhe "Mariechen", possivelmente devido às origens alemãs dos seus pais, ou "Itty". Todos os que conheceram Maria descreveram-na como uma criança bonita e adorável e diz-se que conseguia identificar diferentes países no mapa com dois anos e meio de idade.[1] Diz-se que algum tempo antes de morrer, a princesa Maria disse à sua mãe que um dia gostava de poder andar em cima de uma estrela.[2]

Morte[editar | editar código-fonte]

A 5 de abril de 1874, a princesa adoeceu com Escarlatina, numa altura em que uma epidemia da doença devastava a cidade. Foi imediatamente levada para o Castelo de Peleş e tratada com todo o cuidado por um médico chamado Theodori e várias outras pessoas. A pequena princesa morreu a 9 de abril e foi enterrada no Mosteiro de Cotroceni. A pedido da sua mãe Isabel, foram gravadas as seguintes palavras do Evangelho de Lucas 8:52 na sua sepultura:

O funeral realizou-se na Igreja de Cotroceni, dentro do Palácio de Controceni. O caixão foi coberta com cetim branco, entrelaçado com ornamentos de renda de prata e foi feito no mesmo tamanho que um caixão para adultos porque o corpo da princesa tinha sido colocado dentro de vários caixões. Depois de uma missa que seguiu os rituais da Igreja Ortodoxa Romena, o cortejo fúnebre seguiu pelos jardins do palácio para o local onde seria enterrado ao lado da igreja. Os jardins eram o local onde a princesa mais tinha gostado de brincar e, doze dias antes, ela tinha lá estado a brincar com a sua ama.[3]

Legado[editar | editar código-fonte]

Maria nas costas da sua mãe

Os pais de Maria ficaram devastados com a sua morte. A 5 de maio desse ano, Carlos escreveu ao seu pai, o príncipe Carlos António de Hohenzollern, para lhe dizer que estava a pensar mudar-se para o Palácio de Cotroceni para ficar mais próximo da sepultura da sua filha:

Noutra carta, desta vez dirigida a Lascăr Catargiu, o rei escreveu:

A morte da sua única filha fez com que a relação entre Carlos e Isabel piorasse e o casal acabaria por não ter mais filhos. Em 1875, Karl Storck esculpiu um busto da princesa a dormir que foi colocado sobre a sua sepultura. Este busto deu inspiração a Isabel para escrever muitos poemas emocionais. Quando Isabel morreu em 1916, foi cumprido o seu desejo e os restos mortais da filha foram exumados e o caixão foi colocado dentro do seu durante o cortejo fúnebre. Mãe e filha foram enterradas juntas na mesma sepultura na Catedral de Argeș. No Palácio de Isabel, ainda é possível visitar um móvel da década de 1880 que contém um molde em gesso da princesa.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Maria da Roménia em três gerações
Maria da Roménia Pai:
Carlos I da Roménia
Avô paterno:
Carlos António de Hohenzollern
Bisavô paterno:
Carlos de Hohenzollern-Sigmaringen
Bisavó paterna:
Maria Antonieta Murat
Avó paterna:
Josefina de Baden
Bisavô paterno:
Carlos I de Baden
Bisavó paterna:
Estefânia de Beauharnais
Mãe:
Isabel de Wied
Avô materno:
Guilherme Carlos de Wied
Bisavô materno:
João Augusto Carlos de Wied
Bisavó materna:
Sofia Augusta de Solms-Braunfels
Avó materna:
Maria de Nassau
Bisavô materno:
Guilherme, Duque de Nassau
Bisavó materna:
Luísa de Saxe-Hildburghausen

Referências

  1. A history in pictures, p. 13/14
  2. Principesa Marioara
  3. a b Mandache, Diana (2011-11-11). "Maria of Hohenzollern, the Romanian daughter of King Carol I". lostinthemythsofhistory.blogspot.com
Commons
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Maria da Roménia (1870–1874)