João Miranda de Souza Filho – Wikipédia, a enciclopédia livre Saltar para o conteúdo

João Miranda de Souza Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Miranda
Miranda
Miranda em 2018 pela Seleção Brasileira.
Informações pessoais
Nome completo João Miranda de Souza Filho
Data de nascimento 7 de setembro de 1984 (39 anos)
Local de nascimento Paranavaí, Paraná, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,86 m
destro
Informações profissionais
Período em atividade 2004–2022 (18 anos)
Clube atual aposentado
Posição ex-zagueiro
Clubes de juventude
2003–2004 Coritiba
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2005
2005–2006
2006–2011
2011–2015
2015–2019
2019–2021
2021–2022
Coritiba
Sochaux
São Paulo
Atlético de Madrid
Internazionale
Jiangsu Suning
São Paulo
0088 0000(6)
0021 0000(2)
0260 000(10)
0178 000(13)
0121 0000(1)
0028 0000(2)
0082 0000(2)
Seleção nacional3
2007–2021 Brasil 0058 0000(3)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 16 de outubro de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 2 de julho de 2019.

Medalhas
Competidor do Brasil
Copa das Confederações FIFA
Ouro África do Sul 2009 Jogador
Copa América
Ouro Brasil 2019 Jogador

João Miranda de Souza Filho, mais conhecido apenas como Miranda[1] (Paranavaí, 7 de setembro de 1984), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como zagueiro.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Coritiba e Sochaux[editar | editar código-fonte]

Miranda foi formado como jogador nas categorias de base do Coritiba, onde se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2004.[2] Sua qualidade e liderança fizeram Antônio Lopes, o então técnico coxa-branca, confiar em seu futebol para a disputa como titular da Copa Libertadores da América de 2004, quando também conquistou o título paranaense num clássico Atletiba decisivo em plena Arena da Baixada. Miranda fez 88 partidas pelo Coxa e marcou seis gols, até ser negociado em 27 de julho de 2005 com o Sochaux, da França.[3]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

2006[editar | editar código-fonte]

Miranda foi anunciado em 26 de agosto de 2006.[4][5] No mesmo ano, o São Paulo conquistou o Campeonato Brasileiro de 2006.[6]

2007[editar | editar código-fonte]

Em 2007, ao lado dos zagueiros Breno e Alex Silva, formou uma sólida defesa no Campeonato Brasileiro que passou nove jogos consecutivos sem levar gols e foi vazada apenas 18 vezes em 38 partidas. Naquele ano, Miranda conquistou o título do Brasileirão com a defesa menos vazada do campeonato. Sendo assim, o bicampeonato do Tricolor.[7]

2008[editar | editar código-fonte]

Miranda pelo São Paulo em 2009.

Em 2008, no segundo turno do Campeonato Brasileiro, formou ao lado dos zagueiros Rodrigo e André Dias um espetacular trio defensivo que ficou os últimos 18 jogos do campeonato invicto, conquistando o inédito tricampeonato brasileiro.[8][9]

Atlético de Madrid[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de janeiro de 2011, Miranda assinou um contrato de três anos com o Atlético de Madrid, que começou a valer a partir de 1 de julho.[10]

Sua estreia foi no dia 28 de julho, em uma partida da Liga Europa, onde sua equipe venceu o Strømsgodset, da Noruega, por 2 a 1.[11] Neste jogo Miranda acabou sendo expulso. Seu segundo jogo também foi em uma Liga Europa, onde sua equipe venceu o Vitória de Guimarães, de Portugal, por 4 a 0.[12]

Miranda pelo Atlético de Madrid em 2013.

Na final da Copa do Rei da temporada 2012–13, no dia 17 de maio de 2013, Miranda marcou o segundo gol do Atlético sobre o rival Real Madrid que garantiu o títulos para os colchoneros. Este jogo também ficou marcado pela quebra de um tabu de quase 14 anos sem vitórias do Atlético de Madrid sobre o rival.[13]

Obteve grande destaque por seu desempenho na temporada 2013–14, onde sagrou-se junto ao time campeão do Campeonato Espanhol, quebrando um ciclo de 9 temporadas de hegemonia entre Real e Barcelona. Além de fazer parte do elenco vice-campeão da Liga dos Campeões, perdendo na prorrogação para o próprio Real Madrid.[14]

Internazionale[editar | editar código-fonte]

Em 30 de junho de 2015, após a disputa da Copa América de 2015, Miranda acertou com Internazionale por cinco anos.[15][16]

Jiangsu Suning[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado como reforço do Jiangsu Suning, da China, no dia 27 de julho de 2019. De acordo com o clube italiano, a rescisão de contrato ocorreu de forma consensual. Recebeu a camisa 13 no clube chinês.[17]

Retorno ao São Paulo[editar | editar código-fonte]

2021[editar | editar código-fonte]

No dia 6 de março de 2021, antes do clássico San-São no Campeonato Paulista, o presidente do São Paulo, Julio Casares, confirmou a volta de Miranda ao clube, dez anos após a sua saída. Miranda assinou por um ano e oito meses.[18] O zagueiro também interessava ao seu primeiro clube, o Coritiba, que desistiu das negociações após ouvir do jogador que priorizava um clube que disputasse a Copa Libertadores da América. Ele foi apresentado no dia 17 de março e recebeu a camisa 22.[19]

Fez seu primeiro gol no seu retorno ao São Paulo em 2 de maio de 2021, no empate por 2 a 2 contra o Corinthians, no Clássico Majestoso válido pela 10a rodada do Campeonato Paulista.[20] Miranda subiu e marcou de cabeça, após escanteio cobrado por Igor Gomes.[21]

Ao fim do Campeonato Paulista, Miranda foi selecionado para o time da competição.[22]

Miranda fez o seu jogo de número 300 com a camisa do São Paulo no dia 7 de novembro de 2021, contra o Fortaleza.[23] Neste jogo, entrou para a lista de jogadores são-paulinos com mais atuações pelo clube no século XXI, ao lado de Reinaldo, Hernanes, Luís Fabiano e Rogério Ceni.[24]

2022[editar | editar código-fonte]

Em 2022, Miranda perdeu a titularidade e espaço no elenco do São Paulo com Rogério Ceni, entrando em poucos jogos e indo mal em sua maioria.[25] Acabou perdendo o espaço no time titular para o jovem Diego Costa, que vinha se destacando muito.[26]

Em 7 de abril, marcou de cabeça o segundo gol do São Paulo na vitória por 3x2 sobre o Ayacucho, válida pela 1ª rodada da Copa Sul-americana, após a cobrança de escanteio de Moreira.[27]

Em 10 de novembro, anunciou sua saída do São Paulo.[28] Neste retorno ao clube ele fez 82 partidas, com 36 vitórias, 27 empates e 19 derrotas.[29]

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de janeiro de 2023, Miranda, por meio do seu Instagram, anunciou a sua aposentadoria aos 38 anos.[30][31]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Miranda pela Seleção Brasileira em 2018.

Sua primeira convocação para a Seleção Brasileira foi no dia 20 de agosto 2007, para o amistoso contra a Argélia, junto com Thiago Silva e devido aos cortes de Lúcio e Luisão.[32] Miranda, no entanto, acabou não atuando na vitória brasileira por 2 a 0.[33]

Estreou no dia 1 de abril de 2009, contra o Peru, em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.[34] Em 28 de maio de 2009, de última hora, foi convocado para a disputa da Copa das Confederações onde substituiu o zagueiro Alex, que havia se machucado.[35] Participou da vitória sobre os Estados Unidos, na fase de grupos, adversário no qual a Seleção Brasileira sagrou-se campeã.[36]

Em 22 de janeiro de 2013, Miranda foi convocado pela primeira vez desde 2009, antes de um amistoso contra a Inglaterra; foi o primeiro time a retornar com Luiz Felipe Scolari.[37] Acabou não indo a Copa do Mundo FIFA de 2014, ficando na pré-lista.[38]

Sob o comando do novo técnico Dunga, Miranda tornou-se titular regular na defesa brasileira, substituindo o ex-capitão Thiago Silva como parceiro defensivo de David Luiz.[39] Com Dunga, integrou o elenco da Seleção nas disputas da Copa América de 2015 e da Copa América Centenário em 2016.[40]

Em setembro de 2016, contra a Colômbia, marcou seu primeiro gol pela Seleção em jogo válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018.[41] Foi convocado por Tite para a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2018 e a Copa América de 2019.[42][43]

No dia 27 de agosto de 2021, Miranda voltou a ser convocado para as partidas contra Chile, Argentina e Peru, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.[44]

Miranda é o 7º zagueiro com mais jogos pela Seleção Brasileira.[45]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 25 de maio de 2021.[46]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
Nacional
Copa
nacional
Competições
continentais¹
Outros² Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Atlético de Madrid 2011–12 27 1 2 0 15 1 0 0 44 2
2012–13 35 2 7 1 3 0 1 1 46 4
2013–14 32 2 5 0 13 2 2 0 52 4
2014–15 23 3 3 0 8 0 2 0 36 3
Total 117 8 17 1 39 3 5 1 178 13
Internazionale 2015–16 32 1 2 0 0 0 0 0 34 1
2016–17 32 0 1 0 3 0 0 0 36 0
2017–18 31 0 0 0 0 0 0 0 31 0
2018–19 14 0 1 0 5 0 0 0 20 0
Total 109 1 4 0 8 0 0 0 121 1
Jiangsu Suning 2019 9 1 0 0 0 0 0 0 9 1
2020 19 1 0 0 0 0 0 0 19 1
Total 28 2 0 0 0 0 0 0 28 2
São Paulo 2006 14 1 0 0 0 0 0 0 14 1
2007 35 2 0 0 11 2 18 0 64 4
2008 24 0 0 0 10 1 19 0 53 1
2009 28 0 0 0 6 0 15 1 49 1
2010 27 1 0 0 11 0 19 1 57 2
2011 0 0 6 0 0 0 17 1 23 1
2021 0 0 0 0 3 0 7 1 10 1
Total 128 4 6 0 41 3 95 4 270 11
Total na Carreira 382 15 27 1 88 6 99 5 597 54

¹Em competições continentais, incluindo jogos e gols da Copa Libertadores e Copa Sul-Americana.
²Em outros, incluindo jogos e gols pelo Campeonato Estadual.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Ano
Jogos Gols
2009 6 0
2013 1 0
2014 6 0
2015 14 0
2016 10 1
2017 6 0
2018 11 2
2019 4 0
Total 58 3

Títulos[editar | editar código-fonte]

Coritiba
São Paulo
Atlético de Madrid
Jiangsu Suning
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Perfil no site do São Paulo» 
  2. B, Esporte; B, a (23 de maio de 2020). «As cinco melhores revelações da história do Coritiba». Portal Banda B. Consultado em 23 de maio de 2020 
  3. «Sochaux contrata zagueiro brasileiro João Miranda - 29/07/2005 - AFP - Esporte». www.uol.com.br. Consultado em 23 de maio de 2020 
  4. «São Paulo contrata zagueiro Miranda, 'herdeiro' de Lugano - 28/08/2006 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 23 de maio de 2020 
  5. «Folha de S.Paulo - São Paulo se reforça e irrita mais um - 29/08/2006». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 23 de maio de 2020 
  6. «A conquista do Brasileirão de 2006 - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 23 de maio de 2020 
  7. Willian Ferreira (31 de outubro de 2017). «Há 10 anos, São Paulo conquistava o penta do Brasileirão; relembre». Torcedores.com. Consultado em 6 de abril de 2021 
  8. «São Paulo esquece polêmica, conquista o hexa e faz história - 07/12/2008 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 23 de maio de 2020 
  9. imortaisdofutebol (27 de agosto de 2014). «Esquadrão Imortal – São Paulo 2006-2008». Imortais do Futebol. Consultado em 23 de maio de 2020 
  10. «Miranda fecha com Atlético de Madri e deixa o São Paulo no mês de julho». GloboEsporte.com. 7 de janeiro de 2011. Consultado em 27 de julho de 2019 
  11. «Atlético de Madrid vence na Noruega e avança na LE». Trivela. 4 de agosto de 2011. Consultado em 27 de julho de 2019 
  12. «Jogos do Miranda pelo Atlético de Madrid». Consultado em 6 de setembro de 2011 
  13. «Com heróis brasileiros, Atlético quebra tabu contra o Real e vence a Copa do Rei». ESPN. 17 de maio de 2013. Consultado em 27 de julho de 2019 
  14. Cassio Barco (24 de maio de 2014). «"La Décima": de virada, Real goleia Atlético na prorrogação e leva taça». GloboEsporte.com. Consultado em 6 de abril de 2021 
  15. «Inter confirm Miranda move». goal.com. Consultado em 30 de junho de 2015 
  16. «IMIRANDA FLIES IN FOR MEDICAL». Inter.it. Consultado em 30 de junho de 2015 
  17. «Internazionale anuncia a saída do zagueiro Miranda, que acerta com time da China». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2019. Consultado em 6 de abril de 2021 
  18. Fabíola Andrade (6 de março de 2021). «Miranda é do São Paulo!». GloboEsporte.com. Consultado em 6 de abril de 2021 
  19. «Miranda é apresentado no São Paulo: 'Volto com fome de títulos'». LANCE!. 17 de março de 2021. Consultado em 6 de abril de 2021 
  20. «São Paulo marca nos acréscimos e arranca empate do Corinthians na Arena». www.uol.com.br. Consultado em 3 de maio de 2021 
  21. «Gol do São Paulo! Miranda sobe livre em escanteio e cabeceia no canto aos 14 do 1º tempo». ge. Consultado em 3 de maio de 2021 
  22. «Seleção do Paulista tem 7 do São Paulo, 2 do Palmeiras e ninguém do Corinthians; veja o time completo». ESPN.com. 25 de maio de 2021. Consultado em 25 de maio de 2021 
  23. «Miranda completa 300 jogos pelo São Paulo contra o Fortaleza». www.uol.com.br. Consultado em 13 de novembro de 2021 
  24. «twitter.com/saopaulofc/status/1459302359205568518». Twitter. Consultado em 13 de novembro de 2021 
  25. «Caiu de rendimento? Miranda perde espaço no São Paulo neste começo de temporada». Lance!. Consultado em 11 de abril de 2022 
  26. «Diego Costa vai de criticado a aposta de Ceni e desbanca Miranda no SPFC». www.uol.com.br. Consultado em 11 de abril de 2022 
  27. «Luciano faz de pênalti no fim, e São Paulo vence o Ayacucho de virada». www.uol.com.br. Consultado em 11 de abril de 2022 
  28. «Miranda anuncia saída do São Paulo». globoesporte. Consultado em 10 de novembro de 2022 
  29. «Zagueiro Miranda anuncia saída do São Paulo». R7. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  30. «Miranda encerra uma carreira que o coloca entre os zagueiros da mais alta estirpe que o Brasil teve neste século». Trivela. Consultado em 12 de janeiro de 2023 
  31. «Zagueiro Miranda anuncia aposentadoria do futebol». ge. Consultado em 11 de janeiro de 2023 
  32. «Defesa novata na seleção». GloboEsporte.com. 21 de agosto de 2007. Consultado em 27 de julho de 2019 
  33. «Com estrelas, Brasil vence a Argélia». GloboEsporte.com. 22 de agosto de 2007. Consultado em 27 de julho de 2019 
  34. «Com dois de Luis Fabiano, Brasil vence o Peru no Beira Rio - gazeta online». gazetaonline.globo.com. Consultado em 23 de maio de 2020 
  35. «Miranda e Kléberson são convocados para a Seleção». Terra. Consultado em 23 de maio de 2020 
  36. «Brasil é tricampeão, em 2009, na África do Sul». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 23 de maio de 2020 
  37. «Convocado após três anos, Miranda diz que "Mano é passado" e revela surpresa por estar na lista». UOL Copa do Mundo 2014. Consultado em 23 de maio de 2020 
  38. «Felipão solta lista completa de 30 jogadores da seleção e inclui Alan Kardec - Home - iG». Copa do Mundo. Consultado em 23 de maio de 2020 
  39. Alex, Por; Lozetti, re; Teresópolis, Márcio Iannacca e Richard Souza; RJ. «Dunga indica zaga com Miranda e David Luiz; Thiago Silva será reserva». globoesporte.com. Consultado em 23 de maio de 2020 
  40. «Dunga convoca Seleção para a Copa América com 7 jogadores olímpicos». GloboEsporte.com. 5 de maio de 2016. Consultado em 27 de julho de 2019 
  41. «Miranda e Neymar marcam, seleção derrota Colômbia e Tite cumpre a 1ª meta». ESPN. 6 de setembro de 2016. Consultado em 27 de julho de 2019 
  42. «Lista fechada: Tite anuncia os 23 convocados para a Copa do Mundo». GloboEsporte.com. 14 de maio de 2018. Consultado em 6 de abril de 2021 
  43. «Tite divulga convocação do Brasil para a Copa América com Neres e Fernandinho: "Lista mais difícil"». GloboEsporte.com. 17 de maio de 2019. Consultado em 6 de abril de 2021 
  44. «Tite convoca Hulk e quatro estreantes para a Seleção na rodada tripla das Eliminatórias». ge. Consultado em 3 de setembro de 2021 
  45. https://mercadodofutebol.com/web-stories/os-10-zagueiros-com-mais-partidas-pela-selecao-brasileira/
  46. «Miranda - Perfil de jogador 2021». www.transfermarkt.com.br. Consultado em 25 de maio de 2021 
  47. http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/historia/2014/12/27/ranking-historico-premiacoes/
  48. http://www.lancenet.com.br/minuto/Zagueiro-Miranda-Liga-Espanhola-Uefa_0_935306564.html
  49. http://www.lfp.es/noticias/conoce-todos-los-premios-de-la-gala-de-los-premios-lfp-2014

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre João Miranda de Souza Filho