Biografia conta história de Nicholas Winton, o 'Schindler britânico', que salvou centenas de crianças judias no Holocausto
PUBLICIDADE
Por

A extraordinária história de Sir Nicholas Winton (1909-2015) permaneceu desconhecida por 50 anos. Foi apenas em 1988, quando ele participou de um popular programa de televisão britânico, que o mundo descobriu sua responsabilidade por um dos maiores feitos da história da Humanidade.

Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, Winton coordenou uma operação de resgate de 669 crianças, a maioria delas judias, da antiga Tchecoslováquia. Todas elas corriam o risco de serem assassinadas pela Alemanha nazista durante o Holocausto. A ação rendeu a ele a alcunha de “Schindler Britânico”, em alusão ao alemão Oskar Schindler, que salvou cerca de 1.200 judeus durante o mesmo período.

O heroísmo do britânico foi relatado pela filha de Nicholas, Barbara Winton, no livro “Uma vida”, publicado originalmente em 2014, que agora ganha tradução no Brasil pela editora Cultrix. A obra inspira a nova cinebiografia estrelada por Anthony Hopkins, que chega aos cinemas brasileiros no dia 14 de março.

Fruto de uma família de ascendência germânica e judaica, “Nicky” (como era apelidado) já estava ciente da ameaça de Hitler à Europa quando cancelou uma viagem à Suíça, em 1938, para atender ao pedido de ajuda do amigo Martin Blake, membro do comitê britânico de refugiados na então Tchecoslováquia.

“Se não é impossível, deve haver algum jeito de fazer”, tornou-se o lema de Nicky, que passou cerca de um mês em Praga e partiu seis semanas antes da ocupação nazista na região, tendo organizado a partida de oito trens lotados de crianças resgatadas.

No período, Winton trabalhou para cumprir os árduos requisitos legais de levar as crianças para a Grã-Bretanha, bem como encontrar seus respectivos novos lares.

Cronologia invertida

A biografia adota uma estrutura não convencional, uma vez que a história mais relevante dos 106 anos vividos por Winton é relatada logo no segundo capítulo, em que a autora remonta aquela trajetória através de entrevistas, cartas, fotos, documentos, diários e anotações pessoais do pai.

A partir daí, o leitor é conduzido a uma viagem no tempo, que remete ao final do século XIX, para compreender como Nicholas se tornou a pessoa preparada e capaz para executar uma tarefa tão notável.

Na Inglaterra dos anos 1920, Nicky teve uma juventude tradicional e seu caráter foi moldado sob a identidade moral de responsabilidade social que predominava no país. Sem oportunidades para se matricular em uma universidade, iniciou a carreira trabalhando em bancos, inclusive na Alemanha, até retornar à terra natal para atuar na Bolsa de Valores de Londres.

Apesar do estilo de vida conservador e do histórico profissional associado ao capitalismo, Winton era de esquerda. Ele se filiou ao Partido Trabalhista, tendo a oportunidade de frequentar reuniões ao lado de renomados políticos e, assim, se integrar a uma rede de conexões que seria fundamental no sucesso do fatídico ato heroico na Tchecoslováquia.

Dentre os principais hobbies de Nicky estavam a filatelia, a fotografia e a esgrima, modalidade pela qual esperava competir nos Jogos Olímpicos de 1940, suspensos por causa da Segunda Guerra. Após a eclosão do conflito, Winton serviu como aviador da Força Aérea do Reino Unido e na Cruz Vermelha.

Os dias sombrios da Segunda Guerra ainda impactaram a religiosidade de Winton. Ele se tornou ateu quando descobriu que padres ingleses e alemães abençoavam as tropas antes das batalhas.

“Saber disso acabou fazendo-o a sentir que não poderia existir nenhum Deus — e como o mesmo Deus poderia estar dos dois lados?”, conta Barbara.

Se o leitor espera que “Uma vida” explore os dramas do Holocausto, tal como “A lista de Schindler” (Thomas Keneally, 1981), ou traga detalhes surpreendentes sobre o resgate das 669 crianças, poderá se decepcionar. A intenção de Barbara foi propor um estudo de ética e comportamento a respeito de uma figura extremamente admirável. E saiu-se bem.

‘Uma vida’

Autora: Barbara Winton. Tradução: Maíra Meyer. Editora: Cultrix. Páginas: 320. Preço: R$ 66,90. Cotação: Bom.

Mais recente Próxima Twitter (agora X) completa 18 anos como um adolescente mal-humorado entre as excentricidades de Jack Dorsey e Elon Musk
Mais do Globo

Atleta americano, marcado por condenação pelo assassinato da ex-mulher, morreu nesta quinta-feira, aos 76 anos

Filha do advogado de O.J Simpson, Kim Kardashian relembrou julgamento do ex-jogador: 'Separou minha família'

Apresentadora norte-americana esteve em São Paulo, na última quarta-feira, e participou de evento onde foi entrevistada por Taís Araújo

Executiva Rachel Maia fala sobre encontro com Oprah Winfrey e reflete sobre desafios sociais e educacionais no Brasil

O Cesna-182 passou a ser monitorado pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) após ingressar no território nacional sem um plano de voo, segundo a FAB

Vídeo mostra bastidores da ação da FAB que interceptou avião com 400kg de cocaína

Presidente do STF afirmou que ministros já deram respostas necessárias a empresário

Barroso sobre Musk: 'Às vezes as pessoas fazem bravatas, mas não implementam'

Cantoras foram alvo de comentários negativos por fazerem cara de poucos amigos em bastidor de show; veja vídeo

Expressão da dupla Maiara e Maraisa em entrevista viraliza e web critica postura das irmãs: 'Já foram melhores'

Músico de 84 anos participaria da apresentação da mulher, a cantora Olivia Hime, só com repertório do marido

Internado com pneumonia, Francis Hime cancela show no Teatro Rival

Nos Estados Unis desde quarta-feira, Javier Milei recebeu o título de 'embaixador internacional da luz' por seu apoio a Israel durante cerimônia em sinagoga

Presidente argentino viajará ao Texas para se reunir com Elon Musk em fábrica da Tesla

Americano foi um dos atletas mais famosos da liga da NFL e ficou marcado por julgamento da morte da ex-mulher

Morre O.J. Simpson: relembre o julgamento mais polêmico da história dos Estados Unidos

Ex-jogador de futebol americano não foi condenado pelo assassinato de Nicole Brown e Ronald Goldman, mas acabou preso anos depois por assalto à mão armada

Caso O.J. Simpson rendeu minissérie premiada e livros escritos pelos envolvidos no julgamento

Presidente do Republicanos, o deputado fez da comemoração de seu aniversário uma demonstração de força na corrida pela sucessão de Arthur Lira

Recado de Lula, fila de ministros e rivais na pista: como foi a festa de Marcos Pereira, que disputa comando da Câmara