Kate Middleton volta a aparecer em público 3 meses depois de revelar o diagnóstico de câncer | Jornal Nacional | G1

Oferecido por

Por Jornal Nacional


Kate Middleton aparece em público após diagnóstco de câncer

Kate Middleton aparece em público após diagnóstco de câncer

A Princesa de Gales, Kate Middleton, apareceu em público pela primeira vez desde que anunciou o diagnóstico de câncer, em março. Foi no desfile de aniversário do Rei Charles III, que também está tratando um câncer.

Charles está com 75 anos. Com a saúde debilitada, o rei desfilou em uma charrete - não montado a cavalo, como em 2023. Em fevereiro, o Palácio de Buckingham anunciou que ele estava doente, sem revelar o tipo de câncer. Ele descobriu o tumor durante um tratamento da próstata. Um mês depois, a nora Kate Middleton, de 42 anos, também foi diagnosticada com câncer. Detalhes não foram divulgados.

Milhares de pessoas acompanharam o desfile de aniversário do rei. Na verdade, o aniversário dele mesmo é só em novembro, quando faz frio. Mas no Reino Unido, não importa o monarca, tem sempre um desfile para o rei ou para a rainha perto do verão, para todo mundo ficar mais à vontade. Mas é clima britânico - sabe como é.

A carruagem com o Rei Charles III e a mulher dele, Camila. Em outra, a Princesa de Gales, Kate Middleton, que está aparecendo em público, em um evento oficial, pela primeira vez desde o Natal de 2023. Muitas pessoas foram para prestigiá-la, para demonstrar apoio a Kate Middleton. Ela, quando anunciou que participaria do desfile, aproveitou também para falar como vem encarando o tratamento contra o câncer. Kate publicou uma foto e escreveu:

“Estou progredindo bem, mas como qualquer pessoa que esteja passando por uma quimioterapia vai saber, há dias bons e dias ruins. Nesses dias ruins, você se sente fraca, cansada e precisa se render e deixar o corpo descansar. Mas nos dias bons, quando você se sente mais forte, você quer aproveitar ao máximo o bem-estar".

Kate Middleton volta a aparecer em público 3 meses depois de revelar o diagnóstico de câncer — Foto: Jornal Nacional/ Reprodução

Perguntadas sobre Kate, amigas britânicas se derreteram.

“Eu acho que ela foi a melhor coisa que aconteceu para a monarquia”.

“Ela é adorável, parece ser uma mãe incrível. Não sei, a gente se identifica com ela”.

“E agora eles estão passando por um sofrimento pelo qual muitas pessoas passam. Acho que isso acaba humanizando mais a família real. Muita gente passou a se identificar mais com eles”.

Quase 400 mil pessoas são diagnosticadas com câncer todos os anos no Reino Unido. A forma como a família real vem tratando o assunto já foi elogiada por instituições de caridade, que acham que essa postura pode incentivar muita gente a pensar melhor na própria saúde - fazendo exames, verificando sintomas e buscando ajuda cedo.

Veja também

Mais lidas

Mais do G1
Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!