Camilla se torna rainha consorte do Reino Unido; entenda o título | CNN Brasil
Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Camilla se torna rainha consorte do Reino Unido; entenda o título

    Durante seu Jubileu de Platina, rainha Elizabeth II deu benção para reconhecimento de esposa do então príncipe Charles

    Camilla sorri durante visita à Sandringham Flower Show, em 27 de julho de 2022.
    Camilla sorri durante visita à Sandringham Flower Show, em 27 de julho de 2022. Chris Jackson - WPA Pool/Getty Images

    Léo Lopesda CNN em São Paulo

    Entre a série de redefinições pela qual passará a monarquia britânica com a morte da rainha Elizabeth II, uma das principais afetará Camilla, a esposa do agora rei Charles III.

    Ela agora passa a ser “rainha consorte” do Reino Unido. O título é dado à esposa de um rei reinante.

    Agora, embora compartilhe do mesmo status hierárquico do rei dentro da monarquia, Camilla não detém os poderes políticos e militares, ficando com Charles o dever de chefiar o Estado.

    Há 25 anos, parecia improvável que ela –que namorou Charles na juventude e depois viveu um affair enquanto ambos eram casados– fosse obter esse título.

    Em 1997, quando a primeira esposa de Charles morreu –a altamente popular e aclamada pelos britânicos princesa Diana– Camilla passou a ser retratada pela mídia como a mulher mais odiada da Grã-Bretanha.

    Lady Di culpou Camilla –muitas vezes retratada como séria e deselegante– por arruinar seu casamento. E Camilla, agora com 75 anos, sempre foi comparada com a primeira esposa fotogênica de Charles.

    Em 2005, quando Charles e Camilla finalmente se casaram, ela deixou claro que pretendia ser conhecida no futuro apenas como “princesa consorte”, apesar de ter direito ao título de rainha.

    O gesto era visto como reconhecimento da sensibilidade em torno de um título que era destinado à Diana.

    No entanto, em fevereiro deste ano, durante a comemoração do Jubileu de Platina, que marcou 70 anos do reinado de Elizabeth II, a rainha deu a benção para que Camilla algum dia se tornasse “rainha consorte”.

    “Quando, no devido tempo, meu filho Charles se tornar rei, eu sei que vocês darão a ele e a sua esposa Camilla o mesmo apoio que me deram”, escreveu Elizabeth II em uma mensagem.

    “É meu sincero desejo que, quando vier o tempo, Camilla será conhecida como Rainha Consorte ao continuar seu próprio e leal serviço”, acrescentou.

    Leia a mensagem completa da rainha no Jubileu de Platina no fim desta matéria.

    Mesmo com a aprovação da então monarca britânica, Camilla nunca conquistou totalmente a afeição dos britânicos.

    De acordo com uma pesquisa do YouGov, feita em maio de 2022, apenas 20% dos entrevistados achavam que ela deveria ser rainha consorte, enquanto 39% achavam que ela deveria receber o título de princesa consorte.

    No entanto, uma pesquisa feita pelo jornal “Daily Mail” depois que a rainha a apoiou em se tornar rainha consorte sugeriu que 55% apoiaram esse movimento em comparação com 28% que se opuseram.

    Embora muitos britânicos tenham sido implacáveis ​​sobre qualquer papel que ela desempenhou no rompimento do casamento de Charles e Diana, o príncipe Harry –filho de Lady Di– indicou que esse não era o caso dele e de seu irmão mais velho.

    “Para ser honesto com você, ela sempre foi muito próxima de mim e de William”, disse Harry em uma entrevista para marcar seu aniversário de 21 anos, em 2005. “Ela não é a madrasta má”, concluiu.

    Michael Holden, da Reuters, contribuiu para esta reportagem

    FOTOS — Quem é Camilla, rainha consorte do Reino Unido