A BOLA - Rui Jorge abre a porta à estreia de António Silva e mais meia dúzia ante a Geórgia (Sub-21)

Rui Jorge abre a porta à estreia de António Silva e mais meia dúzia ante a Geórgia

Sub-21 23.09.2022 18:44
Por António Barroso

O selecionador nacional de sub-21 revelou esta sexta-feira que deverá aproveitar o encontro de preparação com a Geórgia, a disputar sábado, dia 24 do corrente mês, no Estádio Santos Pinto, na Covilhã, para promover algumas estreias na equipa e ver em ação algumas unidades menos utilizadas.


Perspetivas de estreia para um hepteto chamado pela primeira vez aos sub-21: o guarda-redes André Gomes (Benfica), os defesas António Silva (Benfica), André Amaro (V. Guimarães), Bernardo Vital (Estoril), Costinha (Rio Ave) e Leonardo Lelo (Casa Pia) e o médio Samuel Costa (Almeria, Espanha) são, recorde-se, as caras novas nos sub-21 nacionais a poder estrear-se ante a Geórgia.


Na conferência de imprensa de antevisão do encontro - que se insere na preparação das duas seleções para o Euro-2023, que terá como palco da fase final, além da Roménia… precisamente a Geórgia -, realizada na tarde deste dia, na cidade serrana, Rui Jorge admitiu até mudar por completo a equipa ao intervalo do encontro e utilizar (quase) todos os jogadores à sua disposição no jogo de preparação.


O selecionador, que admitiu até utilizar dois sistemas táticos e poder começar o jogo a testar um 4x4x2 clássico, já contou, na derradeira sessão de treino de Portugal antes do jogo, realizada neste dia, com o médio Vasco Sousa sem limitações, depois de se ter treinado condicionado na quinta-feira.


O centrocampista dos dragões era a única dúvida no grupo convocado por Rui Jorge para um jogo que terá lotação esgotada, e a receita, numa ação solidária da Federação Portuguesa de Futebol, reverterá para a Associação Guardiões da Serra, a fim de auxiliar as vítimas dos incêndios de agosto.


«Entrega, determinação e colocar em jogo as ideias da equipa sub-21, mesmo se alguns ainda não se conhecem bem e o entrosamento possa não ser total» foram garantias avançadas, desde já, por Rui Jorge, na véspera do encontro com um dos anfitriões e que também disputará, naturalmente, a fase final do Euro-2023 da UEFA.


«Mesmo sem todos se conhecerem bem uns aos outros ainda, esperamos bons momentos de jogo. Se tivermos conseguido que o pensamento e ideia de jogo coletiva se tenham tornado comuns, com a inteligência e capacidade técnica dos jogadores, conseguiremos. Mas [a Geórgia] é um rival que irá jogar, também a fase final», foram as metas traçadas por Rui Jorge aos jornalistas, esta sexta-feira, na antevisão do duelo na cidade beirã.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias