NÃO ENCONTROU O LIVRO QUE PROCURA? ENTRE EM CONTATO CONOSCO PELO WHATSAPP

Prêmio Nobel da Paz 2021 vai para jornalistas que lutam pela liberdade de informação

Dois jornalistas dividiram o Prêmio Nobel da Paz 2021 anunciado hoje. São eles Maria Ressa e Dmitry Andreyevich Muratov. Ambos foram laureados “por seus esforços para salvaguardar a liberdade de expressão, que é uma condição prévia para a democracia e uma paz duradoura”. O Comitê Norueguês do Nobel, responsável pela indicação, manifestou estar convencido de que a liberdade de expressão e a liberdade de informação são pré-requisitos cruciais para a democracia e proteção contra guerras e conflitos. De acordo com o comitê, os laureados com o Prêmio da Paz 2021 são representantes de todos os jornalistas que defendem esse ideal em um mundo em que a democracia e a liberdade de imprensa enfrentam condições cada vez mais adversas.

Maria Ressa nasceu em 02 de outubro de 1963, em Manila, capital das Filipinas, e usa a liberdade de expressão para expor o abuso de poder, o uso da violência e o crescente autoritarismo em seu país natal. Já Dmitry Andreyevitch Muratov nasceu em 1961, em Kuybyshev (agora Samara), URSS (agora Rússia), e defendeu por décadas a liberdade de expressão na Rússia em condições cada vez mais desafiadoras.

Maria Ressa e Dmitry Muratov. Ilustração de Niklas Elmedeh. Divulgação Prêmio Nobel.

Imagem em destaque. Crédito Niklas Elmedeh. Divulgação Prêmio Nobel da Paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Copyright © 2022 | TheStore designed by Themes4WP